Quinta-feira, Agosto 5

Investigação avança e polícia descobre que bebê foi arremessada de ônibus

Desde as primeiras horas da manhã desta quarta-feira(30), a Polícia Civil já estava empenhada trabalhando no caso da bebê abandonada na Av. Presidente Kennedy, região sul do município de Panambi.

Conforme informações repassadas pelo delegado titular da delegacia de Panambi, Gustavo Fleury, foi verificado pontos de câmeras de monitoramento municipal e de comércio local próximo ao ponto que a recém-nascida foi encontrada, apurando o tempo aproximado em que foi localizada. As informações é de que a bebê foi deixada ainda com o cordão umbilical na pista de rolamento da avenida, a qual por pouco não foi atropelada.

Segundo a investigação, outra informação levantada é que uma empresa de ônibus que faz a linha: Porto Alegre x São Nicolau, passou por Panambi nesse horário e funcionários da empresa encontraram manchas de sangue na última poltrona e no chão do coletivo, levantando-se a hipótese que a mulher tenha dado à luz durante o percurso e tentou se desfazer do bebê atirando-o pela janela do banheiro do ônibus, o que está sendo investigado e imagens de câmeras de monitoramento do entorno mostra uma movimentação e algo sendo arremessado da parte traseira do coletivo. Agora a polícia trabalha nas imagens de câmeras das rodoviárias onde a mulher deve ter descido.

A Polícia também chegou investigar uma outra mulher que aparece nas câmeras de segurança carregando uma sacola nesse horário, nas proximidades do Corpo de Bombeiros pela rua Jacob Bock, caso que já foi descartado. “Até o momento estamos juntando as imagens e pegando informações e queremos o mais rápido possível dar o desfecho de caso que se trata de crime contra a vida dessa criança”.

A Polícia também conta com apoio da comunidade tanto de Panambi como de outros municípios que possam ter alguma informação a ser repassada. O motorista do ônibus também deve ser ouvido para tentar esclarecer algumas dúvidas. No momento a criança está internada no setor de berçário do Hospital de Panambi e passa bem, sendo acompanhada pela médica pediatra Madalena Rotta. Segundo informações, a Polícia Civil está realizando diligências e deve se pronunciar ainda hoje sobre o caso.

Doações podem ser encaminhada junto ao hospital Panambi ou no telefone 55 3375 4333.

Fotos: Divulgação BM/Panambi News

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *