Terça-feira, Junho 15

Colorado ganha de goleada dos paraguaios

Time colorado venceu os paraguaios por 6 a 1 pela Libertadores e agora vira a chave para decidir a vaga na final do Gauchão, sábado, contra o Juventude

A goleada histórica do Inter sobre o Olimpia na noite de quarta-feira (5), por 6 a 1, deixa o time gaúcho na liderança do Grupo B da Libertadores, com seis pontos e saldo sete. Pelo número de gols marcados, dificilmente será ultrapassado nesta rodada — Always Ready e Deportivo Táchira jogam nesta quinta, às 19h. No próximo duelo pelo torneio, a equipe gaúcha vai à Venezuela encarar o Táchira, já na terça-feira.

Antes disso, o Inter recebe o Juventude, sábado, pela partida de volta da semifinal do Gauchão. A equipe terá de reverter uma desvantagem após perder por 1 a 0 no jogo de ida, na Montanha dos Vinhedos. Sobre o confronto, o estreante Taison, que já assumiu o posto de capitão do time, comentou:

— A vitória foi muito boa, mas já passou. Temos uma decisão no fim de semana contra o Juventude. Infelizmente não posso jogar pelo Gauchão, mas meus companheiros sentiram muito a derrota e vão buscar a classificação. Quero agradecer a oportunidade de voltar ao Internacional e estou muito feliz pelo resultado.

Após o jogo, o técnico Miguel Ángel Ramírez elogiou a atuação colorada na goleada sobre o Olimpia e projetou o confronto contra o Juventude, no fim de semana. O comandante colorado entende que, no gramado do Beira-Rio, a equipe poderá alcançar a vitória e a classificação à final do Campeonato Gaúcho.

— O time, quando tem tido condições favoráveis, tem sido merecedor. Esperamos que na partida de sábado possamos ser merecedores e garantir a vitória. Não quer dizer que vamos vencer, mas espero que consigamos repetir as nossas boas atuações e conquistar o resultado que precisamos — salientou o espanhol.

Mas, neste duelo decisivo, Ramírez não poderá contar com Patrick. O meia teve uma lesão muscular na coxa esquerda, após sentir durante o jogo na Serra, e a previsão é de que fique afastado dos treinamentos por pelo menos 10 dias.

Assim, será desfalque em mais dois jogos: contra o Juventude, no Beira-Rio, e diante do Deportivo Táchira, na Venezuela. A expectativa é de que possa retornar na decisão do Estadual, caso o Inter avance à final, ou então na quinta rodada da fase de grupos da Libertadores, contra o Olimpia, no Paraguai.

— Ele está sendo avaliado e, no dia, vai ter uma avaliação se vai estar disponível ou não. Temos uma expectativa muito grande neste jogador. Foi muito bem no ano passado — ressaltou o vice de futebol do clube, João Patrício Herrmann.

Sem Patrick, o chileno Palacios deve recuperar a posição no time titular. Mas, como Taison não pode atuar no Campeonato Gaúcho, já que não está inscrito na competição, será mantida a dúvida sobre o outro extrema da equipe para decidir a vaga na final do Gauchão.

Os escolhidos para o duelo com o Olimpia foram Mauricio, de boa atuação, e Marcos Guilherme, que até participou de dois gols na goleada, mas foi bastante criticado por torcedores nas redes sociais devido aos gols perdidos. O jogador, no entanto, foi bastante elogiado pelo treinador.

— O trabalho sem bola do Marcos Guilherme é espetacular. Defensivamente, é agressivo, disciplinado e generoso. No ataque, ele ameaça. Sem a bola, Marcos é excelente. Ele necessita de confiança para produzir também com a bola. Creio que hoje (quarta-feira) ele se encontrou com o passar dos minutos. Ele necessita de confiança, de minutos. É um jovem com muito potencial — pontuou Ramírez.

Pelas palavras do técnico, é bem possível que Marcos Guilherme volte a aparecer na equipe. O torcedor terá de ter paciência, porque no que depender dos últimos jogos do Inter em casa, não é de se duvidar que o Inter marque muitos gols — e, se fizer isso, são boas as chances de classificação à decisão do Estadual.

Fonte: GZH

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *