Terça-feira, Junho 15

Governo libera aulas presenciais da educação infantil durante bandeira preta

Após definir pela manutenção da cogestão no Rio Grande do Sul, o governo estadual também atendeu a um pedido dos prefeitos em relação a retomada das aulas presenciais durante a bandeira preta do distanciamento controlado – considerada de risco altíssimo de contaminação da doença, devido a possibilidade de esgotamento da estrutura hospitalar e velocidade de propagação de coronavírus.

A medida considera a dificuldade dos pais por não encontrar pessoas para cuidar dos filhos em horário de trabalho e da “dificuldade de efetiva alfabetização das crianças em aulas virtuais”. Com a decisão, a educação infantil, os 1º e 2º anos do Ensino Fundamental poderão retomar as atividades presenciais.

– Nós decidimos que na bandeira preta, poderão ter atividades de educação infantil e do 1º e 2º ano. Do 1º por ser um ano de alfabetização dos alunos e o 2º, são aqueles que estavam no 1º ano do ano passado e tiveram a sua alfabetização prejudicada. Por isso, escolas de educação infantil poderão funcionar na bandeira preta e o 1º e 2º ano também estão liberados para funcionar – destacou o governador Eduardo Leite durante transmissão ao vivo nas redes sociais.

No entanto, Leite ressaltou a preocupação com o cumprimento dos protocolos sanitários durante a retomada. “Funcionar com o limite de ocupação das salas de aula e com todas as regras estabelecidas para o funcionamento do ensino, e também sempre submetidas a decisão do município em relação a esse tema”, disse.

Resta a publicação da mudança em novo decreto estadual, previsto para ser oficializado ainda nesta segunda-feira (22), para entrar em vigência na terça (23).

Já na quinta-feira, 25, o governo do Estado convocou uma nova reunião com a Famurs e as associações regionais para reavaliar a situação e o cumprimento das medidas.

 

Fonte: Folha do Noroeste

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *