Domingo, Novembro 29

Laudo sobre a morte de Bárbara Machado Padilha é apresentado pelo IGP

O IGP apresentou os resultados dos Laudos envolvendo a morte da dentista Bárbara Machado Padilha, de 32 anos. A causa da morte foi intoxicação medicamentosa.
A necropsia foi realizada no Posto Médico-Legal de Santa Maria. Amostras do sangue, urina e vísceras foram coletadas e enviadas para o Departamento de Perícias Laboratoriais, em Porto Alegre. No DPL, foram realizadas e concluídas análises para apontar ou descartar conteúdo toxicológico, como álcool, drogas e medicamentos. A pesquisa apontou grande quantidade de um composto medicamentoso.
O caso– a dentista desapareceu da cidade de Tupanciretã, no centro do Estado, no dia 10 de Outubro. O corpo foi encontrado em Santa Maria, no dia 14 de outubro.
Fonte: Instituto Geral de Perícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *