Quarta-feira, Outubro 21

Primavera propicia surgimento de casos oculares

Estação é responsável pela transição das secas ao período chuvoso

Além da presença das chuvas, é o momento de observar a floração de diversas espécies de plantas. As paisagens ficam cada vez mais coloridas, por conta disso, os pólens podem ser responsáveis por algumas alergias oculares. Entre os problemas oculares, se destacam as alergias, podendo ser causadas por pólen, fumaça e poluição, alguns cosméticos e produtos químicos que são utilizados. “As conjuntivites são bastante comuns e podem afetar pessoas com histórico de rinite ou bronquite”.

A ceratocone, também é recorrente nessa época do ano, se caracteriza pela deformação da córnea que causa o aumento da curvatura. E pode ser agravada se o paciente coçar os olhos frequentemente, nos casos de haver uma crise alérgica. Essa postura pode levar à alteração da espessura e curvatura da córnea.

A síndrome do olho seco que se caracteriza pela vermelhidão, ardor e coceira, atinge o ano todo e está presente durante a primavera. Ela impacta diretamente na produção ou na qualidade da lágrima (responsável pela lubrificação dos olhos).

Para melhorar a qualidade de vida e a saúde ocular, elencamos atitudes importantes para minimizar os impactos desses sintomas, entre eles estão:

– Manter as mãos sempre limpas e evitar levá-las aos olhos em caso de coceira ou até um “cisco” no olho. Procure lavar com água corrente e temperatura amena, se os sintomas persistirem, deve procurar auxílio médico.

– Evite o contato com substâncias que possam causar alergias, como pólen, poluição, poeira, cosméticos, entre outros.

-Mantenha os ambientes arejados, por algumas horas do dia e evite usar vassouras no momento da limpeza, substituindo por pano molhado para não levantar poeira e sujeira.

-Óculos de sol com proteção UV são fundamentais, pois além de evitar o contato com pólen, partículas de poeira, entre outras coisas que possam cair nos olhos e ocasionar alergias.

Informações: Graciliano Cândido

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *