Quinta-feira, Julho 16

Perícia aponta asfixia mecânica como morte de Rafael

O chefe do Departamento de Polícia do Interior (DPI), delegado Joerberth Pinto, confirmou que a perícia realizada no corpo do Rafael Mateus Winques, 11 anos, concluiu que a morte do menino se deu por asfixia mecânica.

A confirmação do estrangulamento foi apontada por Joerberth como reviravolta no caso. “Isso já era tratado informalmente, mas é uma reviravolta”, relatou o delegado à Rádio Gaúcha. Agora, conforme o chefe do DPI, as atenções se voltam a procurar eventuais ajudantes da mãe, Alexandra Dougokenski, na morte do menino. O delegado ainda afirmou que tanto o pai quanto o padrasto do menino não estariam em Planalto no momento do crime e não revelou os eventuais suspeitos.( O Alto Uruguai)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *