Morte de Camila Centenaro é registrada como homicídio

A morte de Camila Centenaro, de 31 anos, foi registrada em boletim de ocorrência como homicídio. A informação foi confirmada pela delegada Cristiane Van Riel dos Santos, que investiga o caso. No entanto, conforme a Polícia Civil (PC), são aguardados laudos do Instituto Geral de Perícias (IGP) para apurar as causas do óbito.

– Estamos aguardando o laudo de necropsia e estamos tentando verificar o que foi que aconteceu. Não posso descartar as hipóteses de acidente e homicídio enquanto não vier o laudo para esclarecer o fato. Inicialmente registramos como homicídio, mas só depois das diligências que saberemos o que ocorreu  – revelou Cristiane.

Camila foi localizada morta dentro de um veículo Fiat/Pálio, na linha Peretto, interior de Vista Alegre. Quando os bombeiros chegaram para atender a ocorrência, o automóvel estava incendiado. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegou a socorrer a vítima, que não resistiu aos ferimentos.

A vítima era enfermeira no Hospital Divina Providência (HDP), de Frederico Westphalen.

 

Fonte: Leonardo Carlini/Jornal O Alto Uruguai

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *