Agricultores de Erval Seco acionam o Ministério Público contra RGE

No dia 04 de abril, se dirigiam até o Ministério Público (Comarca de Seberi), os agricultores Adélio Bergmaier, Elton Morais e Adelmo José Eiliert da Silva, acompanhados do vereador Diogo Figueiredo de Oliveira (PT), para fazer entrega da Moção 01/2019, de autoria do Poder Legislativo de Erval Seco, que busca a ação de responsabilização da RGE.

Adélio Bergmaier relatou que perdeu sua medicação fludrocortisona 0.1 mg, que é controlada e precisa ficar na geladeira, informou que ligou mais de dez vezes para a RGE e foi comunicado que a energia seria religada em até 12 horas e isso não aconteceu, ficando quatro dias sem energia, o que acabou ocasionando a perda de seu medicamento que é fornecido pelo Estado. Sua doença é insuficiência adrenal, é usuário crônico de corticoide, necessitando do uso de hidrocortisona em dose de estresse ( 50 mg de 8 em 8 horas) em caso de trauma, cirurgia ou infecção grave (Ambulatório de Endrocinologia ISCMPAUFCSPA (51) 3214-8033).

O paciente corre risco de vida caso o medicamento seja deixado de ser ingerido. Os agricultores efetuaram a entrega ao MP de documentos e informações que deverão ser analisados pelo órgão da Comarca de Seberi, visando à abertura futura de uma ação civil contra a RGE.  Além das perdas dos agricultores (leite, carne, etc.), tem-se também a perda das Agroindústrias Familiares, do Comércio e da Indústria da cidade. Diogo finaliza dizendo que “Agora, aguardamos a ação do Ministério Público local para investigar as constantes falhas de prestação de serviço por parte da concessionária de energia”.

Fonte: Jornal O Especial (Erval Seco)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *