Cooperbio recebe escola Alfredo Westphalen

Na quinta-feira, 25 de abril, alunos, pais e professores do 4º ano do ensino fundamental da Escola Estadual Alfredo Westphalen visitaram a sede da Cooperbio, na Linha Tesoura, em Seberi. A atividade demarcou o encerramento do projeto sobre Alimentação Saudável, desenvolvido na escola. A turma foi recebida nas dependências do Centro de Formação onde puderam conhecer a história da cooperativa e seus eixos de trabalho. Assistiram um filme sobre a agroecologia e debateram sobre suas técnicas, limites e possibilidades. No final do encontro, fizeram um piquenique saudável.

A diretora da escola, Angela Argenta, frisou a importância do tema para os alunos: “Nós acreditamos que, por serem crianças, estamos formando neles a consciência, a mentalidade, as ideias. Nós queremos formar um adulto saudável e feliz”. A gestora acrescentou ainda que “é importante que os alunos percebam que existe algo bom e saudável, que possam estar consumindo e procurando adquirir alimentos, numa linha diferente do convencional”. O espaço do centro de formação da Cooperbio – há dois espaço de produção de alimentos orgânicos certificados – mereceu elogios da diretora: “É um espaço magnífico, uma maneira de começar a incentivar as pessoas a ter um outro olhar a uma alimentação mais saudável”.

Débora Varolli, bióloga e dirigente do Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA) – movimento social camponês que incentiva a opção pela agroecologia nas famílias que compõem sua base – agradeceu a visita dos professores e alunos e estendeu o convite a outras escolas para conhecer a estrutura da Cooperbio e as práticas da agricultura ecológica como alternativa para desenvolvimento humano e social sustentável. “Ficamos muito felizes em acolher a escola Alfredo Westphalen neste dia e destacamos que esse é um exemplo de como as escolas da região podem utilizar esse espaço para a formação de seus alunos e professores”.

_ _ _ _ _ _

Sobre a Cooperbio: Localizada na Linha Tesoura, há cerca de 3 km do centro da cidade de Seberi, a cooperativa camponesa busca desenvolver protagonismo na construção de um modelo sustentável de agricultura, resgatando as experiências coletivas do campesinato, preservando a cultura e a sabedoria popular acumuladas ao longo de séculos de desenvolvimento. Ao mesmo tempo em que estabelece linhas de pesquisa contemporâneas e viabiliza a proximidade com os principais pensadores e pesquisadores da agroecologia na atualidade, procura fomentar a produção de alimento de qualidade para homens e mulheres do campo e da cidade, forjando uma aliança camponesa e operária por soberania alimentar.

Fonte: Marco Corbari

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *