Região está em perigo de tempestade até o fim do dia

Até as 8 horas desta quarta-feira, 31 de outubro, a medição do volume de chuva chegou a 60 milímetros no Corpo de Bombeiros de Frederico Westphalen, município onde algumas famílias se deslocaram até o quartel para pedir lonas devido a destelhamentos. Os ventos fortes e as precipitações ocasionaram interrupções de energia elétrica em pelo menos duas cidades do Norte do RS: Seberi e Vista Alegre.

Em Tenente Portela, conforme a Defesa Civil Regional, também foram registrados destelhamentos de imóveis. “Ainda está sendo feito levantamento da extensão dos danos. Em Erval Grande, uma residência foi danificada parcialmente pela queda de uma árvore”, complementou o coordenador da regional, major Carlos Aguiar.

O coordenador-adjunto, Noé Alves, informou que a região segue em alerta em razão da previsão de granizo. “A previsão indica chuva até domingo. Em caso de destelhamentos e granizo, a gente orienta as pessoas a procurarem abrigo até a tempestade passar, como embaixo de mesas”, explicou.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) orienta que os motoristas redobrem os cuidados nas rodovias pela possibilidade de galhos e água acumulada na pista. Entre Sarandi, Seberi e Frederico Westphalen, agentes recolheram galhos de árvores que caíram por conta do temporal. Não há pontos com trânsito interrompido até o momento.

Ainda na terça-feira, o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) publicou aviso sobre possibilidade de chuva entre 30 e 60 milímetros por hora ou 50 e 100 milímetros por dia, acompanhados de ventos intensos de 60 a 100 quilômetros por hora e granizo, o que atenta para o risco de cortes de energia elétrica, estragos em plantações, quedas de árvores e alagamentos.

 

Perigo de tempestades

No Sul do Brasil, estão no alerta de perigo de tempestade com raios, rajadas de vento, granizo isolado e chances de acumulados expressivos em pouco tempo até o fim do dia: Planalto Norte Catarinense, Campanha, Oeste Catarinense, Planalto Sul Catarinense, Litoral Sul Catarinense, Encosta do Sudeste, Serra do Sudeste, Depressão Central, Encosta Inferior do Nordeste, Encosta Superior do Nordeste, Campos de Cima da Serra, Planalto Médio, Missões, Alto Uruguai, Central Paranaense, Norte Paranaense, Oeste Paranaense, Sudoeste Paranaense, Sul Paranaense, Litoral Gaúcho e Meio-Oeste Catarinense.

Em caso de rajadas de vento, o indicado é não se abrigar debaixo de árvores pelo risco de queda e descargas elétricas, não estacionar veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda e, se possível, desligar aparelhos elétricos, bem como quadro geral de energia.

Para situações de emergência, contate a Defesa Civil (telefone 199) e o Corpo de Bombeiros (telefone 193).

 

 

 

*Cristiane Luza/Folha do Noroeste

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *