Júri decide condenar acusado de matar homem em bar

Sete juízes de fato decidiram condenar Alcides dos Santos por homicídio em sessão do Tribunal do Júri realizada na última terça-feira, 3 de julho, no Fórum da Comarca de Frederico Westphalen.

O Ministério Público ofereceu denúncia contra o réu por ter matado a facada Ernesto Gomes, em um bar de Taquaruçu do Sul no fim da tarde de 22 de março de 2014, além do crime de coação a testemunhas, por supostamente ter ameaçado duas pessoas que seriam ouvidas pela polícia. Os dois já teriam desentendimento anterior, tendo a vítima acertado um tijolo na cabeça do réu.

Depois de ouvir as teses da acusação e da defesa durante a audiência, o júri definiu que Santos deveria ser absolvido pelo crime de coação e condenado por homicídio qualificado por uso de recurso que dificultou a defesa da vítima.

Presidindo a audiência, o juiz de Direito Alejandro Rayo fixou a pena em 12 anos de prisão, em regime inicial fechado. Foi levado em consideração que o acusado confessou o crime e estava sob influência de violenta emoção. A defesa do réu ficou a cargo da defensora pública Amanda Amaral, e a acusação, do promotor de Justiça João Pedro Togni.

 

 

*Cristiane Luza/Folha do Noroeste

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *