Domingo, Setembro 27

Prefeito de Planalto justifica pedido de afastamento

No ar pela Rádio Florestal FM durante o meio-dia desta terça-feira, 22, o prefeito de Planalto, Antonio Carlos Damin (PDT), justificou seu requerimento de licença por seis meses para tratamento de saúde aprovado pela Câmara de Vereadores no começo da tarde de ontem.

Em sua manifestação, Damin falou que está profundamente abalado devido à repercussão da denúncia na qual ele é acusado de ter oferecido dinheiro para fazer sexo com uma menina de 13 anos, que seria uma vingança e teria motivação política.

À frente do Poder Executivo fica o vice-prefeito Gabriel Olkoski (PT), pessoa na qual Damin disse confiar para dar continuidade às obras do município. Além disso, ainda mencionou que vai provar sua inocência e que confia no trabalho da Justiça e do Ministério Público.

 

 

 

*Informações: Cristiane Luza/Folha do Noroeste

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *