Terça-feira, Setembro 29

Prefeito de Alpestre afastado renuncia ao cargo

Afastado do cargo desde o mês de dezembro de 2017, o então prefeito de Alpestre, Alfredo de Moura e Silva, renunciou ao seu cargo, através de documento, que será entregue ao presidente do Poder Legislativo, Jânio José Schenal, possivelmente na tarde desta segunda-feira, 28, segundo o advogado, Daniel Tonetto, que defende Alfredo de Moura e Silva.

A renúncia relaciona-se à suspeita de crimes, como fraude em licitações, peculato (apropriação do dinheiro público) e organização criminosa, apontada durante a Operação Paiol, deflagrada pelo Ministério Público do Rio Grande do Sul (MP-RS), via Procuradoria de Prefeitos, Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e Núcleo de Inteligência do MP (Nimp), no dia 18 de dezembro do ano passado. Na operação estão sendo investigados contratos de 2013 a 2017.

O advogado, Daniel Tonetto, explicou que Alfredo de Moura e Silva colocou todas as suas contas pessoais à disposição da Justiça e liberou sigilos bancário e telefônico para qualquer esclarecimento que possa contribuir com o caso.

 

 

 

*Letícia Waldow/O Alto Uruguai

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *