Terça-feira, Setembro 29

Inauguradas as novas celas do presídio de FW

Estrutura, construída após iniciativa inédita no Estado, deve melhorar condições de segurança da casa prisional frederiquense

Um importante capítulo na história do Presídio Estadual de Frederico Westphalen foi escrito na manhã desta quinta-feira, 5. Depois de mais de um ano de intensas tratativas e de um esforço coletivo de diversos órgãos e municípios da região, incluindo três meses de obras, foram inauguradas as quatro novas celas do presídio frederiquense.

A estrutura permitirá uma realocação de apenados, que atualmente estão em 12 por cela com capacidade para quatro pessoas. Segundo a administradora do presídio de FW, Adriana Borella Rosado, além de garantir melhores condições para o cumprimento da pena, a obra foi essencial para fornecer maior segurança para comunidade. Ainda, fica o exemplo para todo o Estado do esforço coletivo para o projeto se tornar realidade.

Participaram da solenidade de inauguração o juiz da Vara de Execuções Criminais de FW Alejandro César Rayo Werlang, o presidente do Conselho da Comunidade Pablo Henrique Caovilla Kuhnen, o superintendente adjunto da Susepe, Alexandre Micol, o delegado da 4ª Delegacia Penitenciária Regional Rosalvaro Portella, e o delegado adjunto Éverson Cardoso, Procurador do Estado Pedro Campos Marques, prefeito de FW José Alberto Panosso, capitã Nedia Giacomini e Sargento Mezzaroba do 37º BPM, representante da Pastoral Carcerária, Rosa Maria dos Santos, além da direção da casa prisional, representada pela administradora Adriana, o chefe de segurança Oliverio Rosado e pela técnica Sandra Coutinho Vasconcelos, além de  outras pessoas que participaram do projeto e execução da obra.

A maior parte do recurso utilizado na obra de ampliação foi repassada pelo Poder Judiciário de FW, Rodeio Bonito e Seberi, sendo que o restante foi rateado entre 16 municípios abrangidos pela casa prisional. O valor total arrecadado foi de R$ 330 mil, sendo que a execução da obra das quatro celas custou R$ 296 mil. Assim, o restante do recurso, que era proveniente do Poder Judiciário, foi utilizado em uma nova tomada de preço que garantiu o início da construção de mais quatro celas, ao lado das que foram inauguradas nesta quarta-feira. Para a finalização desta obra, a administração do presídio irá buscar novas fontes de recursos.

Alto Uruguai

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *