Um homem condenado a sete anos e sete meses de prisão por incêndio e disparo de arma de fogo foi preso pela Polícia Civil na manhã de terça-feira, 3 de abril, por agentes de Vicente Dutra, Caiçara e Seberi.

O crime ocorreu na madrugada de 26 de janeiro de 2015. Uma residência no bairro Figueira, em Vicente Dutra, foi incendiada com uma família dentro. O casal e duas crianças conseguiram fugir sem ferimentos, mas perderam tudo.

Severino Nunes Machado foi julgado pelo Tribunal do Júri, assim como Romildo da Silva Pereira, de 28 anos, que seguia foragido até o fechamento desta notícia.

Outra pessoa apontada como envolvida no crime foi Gilmar Scherer de Freitas, 22 anos, executado a tiros em maio de 2015, em Vicente Dutra, juntamente com o pai, João Carlos Borges de Freitas. Como Gilmar morreu, foi declarada extinta a punibilidade, conforme prevê o Código Penal.

FN