Terça-feira, Setembro 29

Acusado de matar o irmão vai a júri após quase dez anos

Sete juízes de fato decidiram, por maioria de votos, absolver Milton dos Santos, 68 anos, acusado de matar o irmão há quase dez anos, no interior de Palmitinho.

A sessão do Tribunal do Júri foi presidida pelo juiz de Direito Alejandro Rayo e ocorreu na última terça-feira, 24 de abril, no Fórum da Comarca de Frederico Westphalen. Tanto o promotor de Justiça João Pedro Togni – representante do Ministério Público, responsável pela acusação – quanto a defesa, feita pela defensora pública Amanda Amaral, pediram que o réu fosse inocentado diante da dúvida acerca da autoria e da falta de provas seguras no processo. “Sei que tendo dúvida posso pedir absolvição, embora possa ter sido ele o autor. Esse me parece o caminho jurídico mais justo”, pontuou Togni.

No fim da tarde de 14 de novembro de 2008, na localidade de linha Posse, o réu foi encontrado embriagado próximo ao corpo de Jacinto dos Santos, 65 anos, morto com um golpe possivelmente de faca no peito. Um policial civil que trabalhou na investigação contou que quando chegou, Milton possuía sangue nas mãos, no pé e algumas gotas na perna, embora a arma não tenha sido apreendida. Amanda argumentou que num caso como esse, seria difícil uma pessoa bêbada ter tempo para escondê-la.

Durante o interrogatório em plenário, o idoso negou que tivesse matado o irmão e afirmou que apenas movimentou o corpo da vítima.

 

 

*Folha do Noroeste

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *