Segunda-feira, Setembro 21

Saúde e segurança entre as principais pautas da reunião da Amzop

Videomonitoramento, HPR, rodovias, entre outros assuntos foram debatidos

Prefeitos dos 43 municípios que integram a Associação dos Municípios da Zona da Produção (Amzop) participaram, na tarde desta sexta-feira, 2, da reunião ordinária da entidade, em sua sede, no município de Seberi. Vários assuntos foram tratados na pauta, com destaque especial para a saúde e segurança pública. As atividades foram iniciadas com a manifestação do major Carlos Alberto de Aguiar Junior, que está desde o dia 12 de dezembro do ano passado, frente à coordenação regional da Defesa Civil.

Na ocasião, Aguiar destacou que está realizando visitas às coordenações municipais, com o intuito de auxiliar na organização dos municípios, ou seja, quando ocorrem desastres naturais, esclarecer qual é o papel do Estado e no que é possível a colaboração, com kits higiene, kits dormitório, kits alimentação, telhas e lonas. “Já a liberação de verbas fica a cargo do Ministério da Integração Nacional, após o decreto de emergência”, esclareceu.

Videomonitoramento

Outra questão apresentada foi o exemplo de Taquaruçu do Sul, que implantou o videomonitoramento em pontos principais da cidade. A iniciativa, realizada em parceria com a empresa Seguratel Segurança Patrimonial foi detalhada pelo proprietário, Mauro de Souza. A ideia é encontrar uma forma de, conjuntamente, adotar o serviço também em mais municípios.

Em funcionamento nos países de primeiro mundo, o Comunidades Criativas e Colaborativas consiste na utilização de câmeras simples, de 4k, smartphone e uma ferramenta de gestão, para que ruas e bairros sejam monitorados pela própria comunidade. Com uma rede social própria, o sistema, que tem armazenamento em nuvem, permite a integração das informações daquela região, inclusive, com a possibilidade de integração com qualquer plataforma como da Secretaria de Segurança, por exemplo.

De acordo com Souza, o que se propõem não é atuar na área da segurança pública, dever do Estado, mas oferecer subsídios para isso, com a colaboração das pessoas e a preservação do patrimônio. Um exemplo positivo foi a resolução de um caso de assalto à mão armada, que teve como alvo um mercado próximo à prefeitura de Taquaruçu do Sul. A partir das imagens foi possível identificar os envolvidos por meio da visualização da placa do veículo utilizado pelos criminosos.

Também esteve na pauta, além de outros temas, o projeto do HPR. Uma reunião deverá ser marcada para início das discussões sobre as especialidades a serem buscadas para a casa de saúde. Melhorias na BR-386, no trecho entre Boa Vista das Missões e Iraí e adequações no trevo em Boa Vista das Missões foram outros assuntos abordados.

FN

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *