Caso Sandra: MP oferece denúncia por porte ilegal de arma

Na tarde desta quarta-feira, 10, o Ministério Público de Palmeira das Missões ofereceu denúncia por porte ilegal de arma de fogo e munições de uso permitido (art. 14 da Lei n. 10.826/2003) para o réu, acusado como mandante, no caso de homicídio da contadora Sandra Mara Lovis Trentin, ocorrido em 30 de janeiro de 2018.

A denúncia corresponde a arma, uma pistola .380 e 44 cartuchos do mesmo calibre apreendidos pela Polícia Civil por ocasião de sua prisão preventiva, em 23 de fevereiro de 2018.

Caberá ao Judiciário analisar o pedido e acatar ou não, para que o réu passe a responder pelo crime.

Além deste, foram remetidos hoje, ao Poder Judiciário outras denúncias, sendo elas por tráfico, transporte ilegal de arma de fogo, furto e falso testemunho.

Fonte: Heloise Santi – Jornal Folha do Noroeste

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *