Controladores eletrônicos desligados na região

Quem trafegar pela BR-386 e outras rodovias federais da região vai perceber que as lombadas eletrônicas estão desligadas. Nestes locais, a velocidade máxima permitida na via era de 50 km/h. Isso ocorre em função do fim do contrato entre Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), e a empresa Eliseu Kopp & Cia.  Os dispositivos fazem parte do Programa Nacional de Controle Eletrônico de Velocidade.

Os equipamentos da Kopp estão sendo retirados pela empresa, que deverá restituir a faixa de domínio às suas condições originais. Os novos contratos, firmados junto à Fotosensores Tecnologia Eletrônica Ltda., irão instalar equipamentos de controle eletrônico de velocidade nos locais em que já existiam equipamentos, bem como, em novos trechos. O contrato é por 5 anos e está orçado em mais de R$ 45 milhões para o lote 02 e R$ 38 milhões no lote 03.

Pontos monitorados

Considerando toda sua extensão, a BR-386 terá mais de 20 locais com os controladores eletrônicos, em ambos os sentidos da pista. Na região serão instalados no Km 4 em Iraí, nos Kms 32, 34, 37 e 39 em Frederico Westphalen, além dos Kms 47 e 50 em Seberi, Kms 70 e 73 em Boa Vista das Missões e em Sarandi no Km 132.

Equipamento destruído

No último fim de semana um veículo derrubou uma das estruturas do km 34 em Frederico Westphalen. Moradores relataram que uma camionete teria atingido o equipamento por volta das 2h da madrugada de domingo. Conforme a Polícia Rodoviária Federal de Seberi, o motorista fugiu após a colisão e não foi identificado. Como está em desuso, o material não será substituído sendo que deve ser recolhido pela Kopp.

 

*Folha do Noroeste/Eder Calegari

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *