Amzop recebe representates de Hospitais da reigão para debater soluções para a Saúde

Na tarde desta terça-feira, 27, a Associação dos Municípios da Zona da Produção (AMZOP), abriu as portas da sua sede, em Seberi, para receber diretores, presidentes e gestores dos hospitais para tratar sobre a crise que atinge as casas de saúde.

A preocupação com os hospitais da região já havia sido levantada no último encontro de prefeitos da Amzop, pelo presidente Gilson de Carli, quando foi criada uma comissão de prefeitos para tratar do assunto. Ontem, a comissão ouviu os representantes dos hospitais e os coordenadores de saúde da 15ª e 19ª Coordenadorias Regionais.

Agora o próximo passo será buscar uma audiência com as Secretarias de Saúde e Finanças do Estado, para reivindicar pelo  menos o pagamento de um dos meses que o Estado possui em atraso com os hospitais, além de apresentar outros itens da pauta.

Caso esta reivindicação não seja atendida, a Amzop poderá orientar os municípios a decretar situação de emergência devido aos atrasos nos repasses na área da saúde para hospitais e municípios. “Diante desta situação os prefeitos também estão de mãos amarradas vendo a população penar com a precariedade do atendimento”, justifica o presidente da Amzop, Gilson de Carli, prefeito de Liberato Salzano.

Os representantes dos hospitais elogiaram a atitude da Amzop em abrir espaço e chamar as casas de saúde para a discussão de assuntos relacionados ao setor. “Esta é a primeira vez que vejo uma associação de municípios abrir suas portas para os hospitais e manifestar apoio a nossa causa, realmente vocês estão de parabéns”, salientou a presidente do Hospital Santo Antônio de Tenente Portela, Mirna Brauks.

 

 

 

*Informações e Foto: Reprodução Facebook Amzop

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *