Em Operação desencadeada pela Policia Civil na manhã de hoje, 11, em Seberi, resultou no cumprimento de 16 mandados de busca e apreensão e sete mandados de prisão no município. Contando com a participação de 60 policias civis, delegados e até mesmo cão farejador, a Operação visa combater o tráfico de drogas e coibir crimes praticados contra o patrimônio (ensejados pelo tráfico/uso de drogas).

O nome da Operação veio devido aos locais nos quais eram comercializados os ilícitos: bares da cidade. “Essas pessoas que foram presas, usavam esses locais que foram alvo de diligências hoje, para traficar, e como eram locais que havia grande circulação de pessoas, era mais fácil de ludibriar a Polícia”, explica o delegado titular da Delegacia de Polícia de Seberi, Eduardo Ferronatto Nardi, responsável pela Operação.

Nardi ainda destacou que a Operação foi de êxito e contou com soma de esforços de policiais da região, “quero agradecer a todos os policiais civis da nossa 14ª região, que participaram e colaboraram nessa Operação, madrugando para o cumprimento dessa ação. Além disso às outras três regionais que também colaboraram, e claro, aos policiais do efetivo de Seberi, que há 6 meses se dedicam para que hoje tenhamos esse resultado.”

De acordo com o delegado, desde 2017 já eram recebidas denúncias sobre esse comércio de entorpecentes nos locais. Na ação desta quinta-feira, foram apreendidas uma arma de fogo calibre.38, um simulacro de arma de fogo, dinheiro em espécie, celulares, uma máquina de jogo do bicho e outros objetos que, segundo a Polícia, podem ter origem ilícita.

O delegado afirmou ainda que os mandados foram cumpridos dentro da normalidade, “sem nenhum incidente, não houve resistência por parte dos presos. Eles foram encaminhados para a Delegacia normalmente. É importante ressaltarmos isso pelo número de mandados que foram cumpridos: 16. Ainda faltam dois indivíduos, que estão sendo procurados e deverão ser presos e, assim como os cinco já presos, deverão ser encaminhados ao Presídio de Frederico Westphalen”. Até o momento foram presos quatro homens e uma mulher.

As investigações devem continuar, já que, segundo Nardi, “num primeiro momento não se verificou provas que esses casos de traficância tivessem ligações com facções criminosas, mas hoje nós cumprimos esses mandados e se esses mandados foram desferidos pelo Poder Judiciário é porque tinha realmente indícios desse tráfico, então agora as investigações continuam para tentar descobrir eventuais associados e se os presos teriam alguma ligação criminosa com outros atos ilícitos”, finalizou o delegado Eduardo Ferronatto Nardi, responsável pela Operação.

 

 

 

 

Marina Bonez/Depto. Jornalismo Rádio Seberi

Foto: Cristina Romitti/Rádio Seberi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *