Quadrilha que roubava um carro a cada três dias em Porto Alegre é alvo de operação

A Polícia Civil realizou uma operação, nesta segunda-feira, contra uma quadrilha que roubava um carro a cada três dias em Porto Alegre. A suspeita é de que o grupo criminoso revendia os veículos em cidades da zona Sul do Rio Grande do Sul. Ao todo, cinco pessoas foram presas desde agosto, quando teve início a investigação.

A Operação Lança de Netuno cumpriu três mandados de prisão preventiva e seis de busca e apreensão em Porto Alegre, nos bairros Vila João Pessoa/Campo da Tuca e Partenon, em Bagé e São Lourenço do Sul, onde dois alvos foram presos com um Nissan March, que havia sido roubado na Capital.

A operação prendeu cinco integrantes da organização criminosa. Um deles, de 35 anos, foi detido na avenida Veiga, Vila João Pessoa, no Campo da Tuca, em decorrência de um mandado de prisão preventiva. Outros dois integrantes do bando foram detidos em 5 de setembro, em Tramandaí, no Litoral Norte. A dupla, de 28 e 23 anos, era foragida do presídio e foram detidos com um veículo roubado e clonado.

Foram apreendidos ainda um March e um Fox – utilizado para dar apoio aos roubos. Além disso, um revólver calibre 32, munições, 18 quilos de maconha, balanças de precisão, documentos e celulares foram recolhidos.

As investigações iniciaram no fim de agosto, quando três criminosos armados roubaram um carro Fiat Palio no bairro Petrópolis, em Porto Alegre. A Polícia suspeita ainda que um quarto assaltante teria participado da ação. A quadrilha também é investigada por outros nove roubos de veículos, todos em Porto Alegre, e em um período de 30 dias, ou seja, a cada 3 dias, um veículo era roubado.

 

 

 

 

*Correio do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *