Depois de vários dias de chuvas fortes, a situação da pista da BR 386 (Estrada da Produção), nos 75 km de Iraí a Boa Vista das Missões, agravou-se com o surgimento de mais buracos e ondulações. Sem uma recuperação efetiva há anos e a realização de pequenas ações de tapa buracos por empresa contratada pelo Dnit, o asfalto em apresenta muitos problemas. Segundo o presidente da Associação dos Municípios da Zona da Produção (Amzop), Gilson de Carli, outra preocupação constante dos motoristas em dias de chuva é a ocorrência de aquaplanagem. “Isso por que em dezenas de locais o asfalto cedeu, formando valas onde ocorre o acúmulo de água, situação que provoca a perda de controle por parte dos motoristas”, observa.

O dirigente da Amzop insiste na necessidade do Dnit garantir os recursos necessários para a restauração da pista e não apenas tapa-buracos de tempos em tempos. “Esta rodovia é uma das principais vias de escoamento da produção agrícola e industrial do Norte do Rio Grande do Sul, chegando a Iraí na divisa com Santa Catarina e é inadmissível que não seja dada à BR 386 a atenção que merece”, reclama. A empresa contratada pelo Dnit, nas últimas semanas procedeu à roçada das margens da rodovia em vários pontos e conseguiu preencher com massa asfáltica os buracos maiores. O Dnit informa que as melhorias na pista serão retomadas após o tempo estabilizar.

 

 

 

 

 

*Correio do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *