Número de casas atingidas pelo temporal no RS aumenta para 2,9 mil

A chuva deu lugar ao frio intenso no Rio Grande do Sul, mas o temporal que atingiu o Estado ainda causa reflexos. De acordo com o último boletim da Defesa Civil, divulgado no final da manhã desta quinta-feira, 2.917 foram afetadas e o número de cidades aumento de 26 para 28.

Além da chuva, um tornado foi registrado no Estado derrubando casas, matando duas pessoas – uma em Ciríaco e outra em Sarandi – e deixando ao menos sete feridos. Há ainda 142 famílias desalojadas e outras nove desabrigadas. Duas cidades, Pontão e Giruá, decretaram Situação de Emergência.

Um dos principais municípios atingidos foi Santa Bárbará, onde 600 residências foram danificadas, 11 famílias estão desalojadas e outras nove desabrigadas. Santo Ângelo também teve 600 casas afetadas pelo temporal. Porto Xavier tem 500 casas atingidas, com 10 famílias desalojadas.

 

Água Santa: 14 desalojados e 2 feridos;

Araricá: 75 residências, uma escola, um ginásio atingidos e uma família desalojada;

Bento Gonçalves: 80 residências, duas escolas atingidas;

Canela: 12 residências atingidas;

Caraá: um ginásio atingido;

Caxias do Sul: queda de árvores;

Ciríaco: 1 pessoa morre, 100 casas atingidas e 15 famílias desalojadas;

Coxilha: 50 casas atingidas e 30 famílias desalojadas;

Dois Irmãos: estrutura da feira municipal foi atingida;

Dois Irmãos das Missões: 80 casas atingidas, 5 famílias desalojadas e queda de energia elétrica;

Faxinalzinho: duas pessoas feridas e 10 aviários atingidos;

Giruá: 600 casas atingidas;

Guaporé: 6 casas atingidas;

Ibarama: 12 casas atingidas;

Igrejinha: 9 casas e uma escola atingidas;

Itati: 2 casas atingidas;

Marau: 10 casas atingidas;

Porto Xavier: 500 casas atingidas e 10 famílias desalojadas;

Pontão: 72 casas atingidas e 40 famílias desalojadas;

Redentora: 70 casas atingidas e duas famílias desalojadas;

Salvador do Sul: 100 casas atingidas, uma família desalojada, danos na prefeitura, creche, escola e ginásio;

Sapiranga: seis casas atingidas;

Santa Bárbara: 600 casas atingidas, 11 famílias desalojadas e 9 desabrigadas;

Santa Rosa: 48 casas atingidas;

São Francisco de Paula: 20 residências;

Sarandi: 1 pessoa morta, cinco feridas e 100 postes caídos;

Tupanciretã: 400 casas atingidas;

Vila Langaro: 15 casas atingidas, 13 famílias desalojadas e 10 aviários atingidos.

 

 

 

 

 

 

*Correio do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *