Operação contra exploração sexual de crianças e adolescentes cumpre ordens judiciais em 23 cidades do RS

A operação em combate a crimes de exploração sexual de crianças prendeu, até o meio-dia desta quinta-feira, 17,  21 pessoas no Rio Grande do Sul. Nos locais alvo da ação, os policias civis apreenderam computadores, discos rígidos, arquivos digitais e outros materiais contendo pornografia infantil em fotos e vídeos.

Dos 21 presos, oito foram detidos em Porto Alegre. Outas cidades que tiveram prisões foram Novo Hamburgo (2), Santa Maria (2), Alvorada (1), Pelotas (1), Panambi (1), Taquara (1), Canoas (1), Sapucaia (1), Viamão (1), Cachoeirinha (1) e São Leopoldo (1).

A ação Luz na Infância 2 ocorre simultaneamente no RS e em outros 23 Estados e no Distrito Federal. No Rio Grande do Sul, são 200 policiais civis e 25 peritos do Instituto-Geral de Perícias (IGP) que cumprem ao longo do dia 48 ordens judiciais em 23 cidades. Já em todo o Brasil, são 2,6 mil agentes que cumprem 579 mandados de busca e apreensão em 284 cidades. Em todo o País, o número de prisão chega a 132.

 

No RS, a operação é conduzida nas seguintes cidades:

  • Porto Alegre
  • Bento Gonçalves
  • Caxias do Sul
  • Caçapava do Sul
  • Carazinho
  • Pelotas
  • São Lourenço do Sul
  • Uruguaiana
  • Santa Maria
  • Santiago
  • Taquara
  • São Jerônimo
  • Cachoeirinha
  • Campo bom
  • Canoas
  • Esteio
  • Novo Hamburgo
  • São Leopoldo
  • Sapucaia do Sul
  • Sapiranga
  • Viamao
  • Alvorada
  • Guaíba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *