Leilão de ações preferenciais do Banrisul arrecada quase R$ 485 milhões

O leilão de ações preferenciais do Banrisul arrecadou R$ 484,9 milhões no início da tarde desta terça-feira, 10. Foram 26 milhões de papéis vendidos, ao preço de R$ 18,65 por cada ação.

Na segunda-feira, 9,  foi divulgado o leilão, que informava que o preço mínimo de cada ação era R$ 18,00, o que faria com que o rendimento fosse de pelo menos R$ 468 milhões. Como as ações são preferenciais, os papéis não dão direito a voto e o controle do banco continua estatal.

Em outubro do ano passado, o governo estadual autorizou a venda de 49% das ações ordinárias, com direito a voto. Já em novembro, o Banco Central autorizou a negociação, que recebeu a previsão de acontecer em dezembro, segundo políticos do governo gaúcho. No dia 29 de novembro, o presidente Michel Temer (MDB) assinou o decreto que permitiu a venda.

No dia 6 de dezembro, o governo anunciou que adiaria a venda das ações, alegando “condições desfavoráveis de mercado”. Ainda segundo o Piratini, a decisão final sobre a oferta dependeria de novas avaliações técnicas.

Na última sexta-feira, o banco anunciou a desistência da venda. A justificativa para a venda foi dar maior autonomia e relevância para o banco e arrecadar recursos que possam auxiliar o estado a enfrentar a crise financeira.

*G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *